Serviços

Eletroencefalograma (EEG)

O que é?

O eletroencefalograma (EEG) é um exame complementar que avalia a atividade cerebral,
suas variações e alterações. É realizado através de eletrodos aplicados ao couro
cabeludo do paciente, em locais predefinidos do crânio para conseguir estudar a maior
porção da superfície cerebral (ver figura). Os eletrodos são “colados” ao couro cabeludo
com uma pasta condutora que permite que a diminuta atividade elétrica gerada pelo
cérebro seja captada, ampliada, transformada em gráficos e analisada pelo
neurofisiologista.

O EEG pode ser realizado com o paciente acordado e relaxado, sonolento e,
mesmo em sono. Dependendo da colaboração do paciente, são utilizados alguns
procedimentos para sensibilizar o exame na busca por anormalidades. São eles a
hiperventilação (respiração rápida e profunda por três minutos) e a fotoestimulação
intermitente (luz piscando em frequências pré determinadas).

O EEG pode ser realizado em todas as idades (desde recém nascidos até idosos).
As contra-indicações relativas se limitam a alterações no couro cabeludo que impeçam a
adequada colocação dos eletrodos (por exemplo: infecções, pediculose e seborreia
excessiva).

Indicações

  • Epilepsias e crises febris
  • Coma e rebaixamento do nível de consciência
  • Atrasos de desenvolvimento neurológico
  • Atraso escolar
  • Transtornos de comportamento
  • Síndromes demenciais
  • Avaliação de algumas doenças psiquiátricas

 

Recomenda-se:

  • Trazer documento de identificação do paciente e pedido médico.
  • Vir alimentado.
  • Vir com os cabelos lavados apenas com xampu, sem creme e completamente secos.
  • Na véspera do exame dormir no mínimo quatro horas a menos.
  • Não ingerir bebidas alcoólicas na véspera ou no dia do exame.
  • Fazer uso dos medicamentos habituais.
  • No caso de crianças: trazer chupeta, mamadeiras, brinquedos e objetos que a confortem e ajudem a adormecer. Seguir rigorosamente a orientação de acordar mais cedo e evitar dormir antes do exame.
voltar